Indústria brasileira fará parte de plano de redução de CO2

Companhia Siderúrgica em Cubatão, SP, 2004.
Foto: acpo.org.br

A Confederação Nacional da Indústria e o governo brasileiro assinaram em 21/08 acordo para a redução em 5% das emissões de CO2 do setor industrial até 2020.

A cooperação técnica entre a CNI e os Ministérios do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e do Meio Ambiente prevê a conclusão em 2015 do chamado Plano Indústria – Plano de Mitigação e Adaptação às Mudanças Climáticas do Setor Industrial.

Sete setores se comprometeram com metas de redução de emissões: alumínio, cimento, papel e celulose, químico, cal, vidro e aço.

Para o presidente da CNI, Robson Braga Andrade, o acordo demonstra o esforço da indústria e setor público na direção de uma economia de baixo carbono.

“A parceria é um desafio para o Brasil, como país que tem avançado cada vez mais na redução das emissões relacionadas ao desmatamento”, ressaltou a ministra do Meio Ambiente Izabella Teixeira.

A discussão em torno das emissões de gases de efeito estufa não é apenas uma questão ambiental, mas exigência do mercado. De acordo com o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Fernando Pimentel, pela primeira vez governo e indústria assumem a tarefa de mudar o paradigma na área ambiental, convergente com um “cenário de competitividade internacional mais acirrado”.

Reforçar o diálogo com o governo foi um dos compromissos firmados pela CNI durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20).

*Fonte: Agência Brasil e Ascom/MMA.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s