Medidas para cortar CO2 da indústria do aço tiveram efeito inverso

Estudo mostra que estratégias utilizadas em siderúrgicas renderam créditos de carbono, mas acabaram dobrando as emissões

aco-bruto9

Uma pesquisa internacional concluiu que fracassaram, no Brasil, os esforços de mitigação das mudanças climáticas feitas pela indústria do aço. Em vez de reduzir a poluição por gases de efeito estufa, os programas realizados para cumprir as metas do Protocolo de Quioto dobraram as emissões de dióxido de carbono relacionadas às siderúrgicas.

Continuar lendo

Sustentabilidade: Economia de Baixo Carbono

A economia de baixo carbono tem como objetivo diminuir o impacto sobre o clima. Entenda:

Baixo_Carbono

Alguma vez você já ouviu falar em economia de baixo carbono? É uma configuração da maneira como as tecnologias modernas contribuem com a preservação do meio ambiente. Para isso, são propostas atitudes sustentáveis para a geração de energia, além da diminuição da emissão de gases do efeito estufa, especialmente o dióxido de carbono (CO2).

Continuar lendo

Governo australiano apresenta plano que enfraquece taxa de carbono

Nova proposta reduz de 300 para 130 as empresas obrigadas a pagarem por suas emissões de gases do efeito estufa

Muitos países que não possuem atualmente metas obrigatórias para diminuir a liberação de gases do efeito estufa, incluindo o Brasil, provavelmente terão que adotá-las sob o novo acordo climático que substituirá o Protocolo de Quioto em 2020. Assim, todas as ferramentas de redução de emissões precisam ser analisadas, e é por isso que cada novo capítulo das idas e vindas da legislação climática australiana é acompanhado com muita atenção pela comunidade internacional.

Belchatow_power_station_1

Continuar lendo

Coréia do Sul pode ter o maior preço para o carbono no mundo

0.594340001392304192_co2_market

Os créditos de carbono no futuro esquema de comércio de emissões da Coréia do Sul (KETS, em inglês), que entrará em vigor em janeiro de 2015, poderão custar até KRW 100 mil/tonelada (cerca de R$ 220/t), bem acima dos preços europeus, atualmente em cerca de € 6/t (R$ 19/t).

Continuar lendo

União Europeia recomenda corte de 40% nas emissões de CO2 até 2030

Líderes europeus ainda vão se pronunciar a respeito em cúpula de março. Corte em emissão contribui para reduzir impacto da mudança climática.

A Comissão Europeia recomendou nesta quarta-feira (22) que os Estados-membros reduzam em 40% as emissões de gases de efeito estufa da União Europeia para 2030 e elevem a proporção de renováveis a 27%.

A decisão de seguir estas recomendações está agora nas mãos dos líderes europeus, que deverão se pronunciar na cúpula de 20 e 21 de março em Bruxelas. “A ação pelo clima é crucial para o futuro de nosso planeta, enquanto uma autêntica política energética é chave para nossa competitividade”, indicou o presidente da Comissão, José Manuel Durão Barroso, em um comunicado.

Continuar lendo