Amazônia perde capacidade de absorver carbono, diz estudo

São Paulo – A Floresta Amazônica tem diminuído sua capacidade de absorver carbono da atmosfera, de acordo com um novo estudo publicado nesta quarta-feira, 18, na revista Nature.

size_810_16_9_desmatamento

Segundo a pesquisa, a captação de dióxido de carbono pode ter caído à metade, em relação aos 2 bilhões de toneladas do composto que a floresta absorvia anualmente na década de 1990.

Continuar lendo

Salvador terá inventário de emissões de CO2 em 2015

35735170

Panorâmica da Baía de Todos os Santos, destacando o Forte São Marcelo, no centro.

Banhada pela Baía de Todos-os-Santos, uma das maiores do mundo, a cidade de Salvador é uma das mais ameaçadas do Brasil pelas consequências das mudanças climáticas, sobretudo quando o assunto é a possível elevação do nível do mar. Nesse sentido, mensurar as emissões de gases do efeito estufa da capital baiana, a fim de reduzi-las, trata-se de uma medida importante para à sua população, estimada em cerca de três milhões de pessoas.

Continuar lendo

Carbono da Amazônia se concentra em áreas protegidas e aldeias

Pesquisa apresentada na abertura da COP-20 alerta que as áreas, fundamentais para estabilizar clima global, estão ameaçadas

L604B0E1DD49646E5B43A259E354D0B19
SÃO PAULO – As terras indígenas e áreas protegidas de nove países sul-americanos concentram 55% de todo o carbono da Amazônia, de acordo com um novo estudo divulgado nesta quarta-feira, 3, na abertura da 20a Conferência das Partes sobre Mudança Climática (COP-20), em Lima (Peru). De acordo com a pesquisa, por conta da grande quantidade de carbono, essas áreas são fundamentais para a estabilidade do clima global, mas estão ameaçadas pela mineração, pelo desmatamento ilegal, pela construção de barragens e por projetos agrícolas. O estudo será publicado na próxima edição da revista Carbon Management.

Continuar lendo

Mapa do Carbono revela performance de cada país no quesito

Neste mapa, é possível visualizar nações que mais emitem gases de efeito estufa e as que estão mais vulneráveis aos impactos das alterações climáticas

 

size_590_poluicao-fabrica-sp-nova

São Paulo – Um mapa mundi interativo e muito dinâmico – lançado durante a Cúpula do Clima, em Nova York – revela a performance (causas e riscos) de cada país no quadro das mudanças climáticas.

Continuar lendo

Canadá terá 1ª planta de captura de carbono em larga escala do mundo

A primeira planta em larga escala de captura e armazenamento de carbono do mundo, construída em uma termelétrica a carvão no Canadá, será inaugurada na quinta-feira.

20141002120251279023a

Se for bem-sucedido, o projeto piloto, de CAD$ 1,4 bilhão (US$ 1,25 bilhão) poderá renovar o interesse no uso de carvão para a geração de energia, em um momento em que vários países buscam desativar as térmicas a carvão – uma das principais fontes de emissão de gases causadores do efeito estufa, associadas com o aquecimento global.

Continuar lendo